Janeson ML

on quarta-feira, 19 de agosto de 2015

Resenha uma vida para sempre- Simone Taietti

Olá pessoas, como estão todos ?
Hoje gostaria de trazer a vocês a resenha do magnifico livro "Uma vida para sempre" da nossa parceira Simone Taietti.
O livro realmente é tocante capaz de te levar a uma reflexão profunda sobre a vida. Afinal, você sabe até onde dura o para sempre ?





                                                             Ethel descobriu.






          Conheça a autora


Simone Fávero Taietti
 nasceu em 1994, ano em que o mundo perdeu Kurt Cobain e Ayrton Senna e em que Nelson Mandela tornou-se o 1º presidente negro da África do Sul. Descobriu, ainda no Ensino Fundamental, sua grande paixão: a escrita. Tem preferência pelas histórias palpáveis, a inconstância da vida, aquilo que pode acometer qualquer um. Em 2011, foi uma das ganhadoras do 7° Prêmio “Construindo a Igualdade de Gênero”, na categoria estudante de Ensino Médio, concorrendo com 3.375 outros textos. Uma vida para sempre é seu primeiro livro publicado. Vive em Tangará, SC. É acadêmica de Direito na Universidade do Oeste de Santa Catarina. Divide seu tempo livre entre a escrita, leitura, estudos e os seriados de que tanto gosta.
Conheça o livro




                                      Peso0,45 quilogramas
                               Profundidade1,00 centímetros
                              ISBN9788542803556
                          Código. Barras9788542803556
                                IdiomaPortuguês
                           AcabamentoBrochura
                                    NÚMERO1
                                     2014







Sinopse: Ethel diz estar morrendo. Contudo, não afirma isso apenas em razão de sua doença. Talvez a única certeza de nossa existência seja a morte, o fato de que ela chega para todos. Mas nem por isso deixa de ser a maior incógnita da vida. Em um hospital, em meio à dor das histórias dos pacientes, Ethel encontrou amigos. Entre passeios em cemitérios, frequentando velórios e enterros de estranhos, ela tenta preparar a si e aqueles que ama, para o que parece estar ali tão próximo, o fim. 
Entretanto, não esperava enfrentar algumas surpresas que a fizessem duvidar de tal preparação. As estatísticas ruins, a inexorável passagem do tempo. Onde reside a lógica disso que nos arranca pedaços, da súbita inexistência do que outrora era vívido e pulsante? Um corpo que jaz. Palavras que se perdem. A finitude de tudo o que é tão belo talvez seja a maior dor do mundo. Uma vida para sempre é um compilado de desejos, pensamentos e dias. Quanto dura o para sempre? Ethel descobriu.

   A obra é literalmente um diário de uma jovem e sofrida garota, esta que se chama Ethel, sim! Ethel, E-T-H-E-L "[...] adaptei-me à ideia de soletrar meu nome sempre que  conhecia alguém". Ela acredita estar morrendo e começa visitar algumas alas do hospital a qual ela frequenta, visita cemitérios, enterros, velórios entre outros, isso no intuito de preparar a si mesma e aqueles que ama, para quando o fim bater a sua porta, porém o destino coloca um aprendizado enorme em sua vida, não vai se resumir apenas em visitas e outras histórias tristes o destino entregará em suas mãos surpresas enormes, surpresas que podemos colocar em prática no nosso cotidiano, é um aprendizado inimaginável.
   Devo parabenizar a autora Simone Taietti que retratou uma situação tão complexa de uma forma tão simples e compreensível, afinal a morte sempre foi uma incógnita para todos, mas ao mesmo tempo é tão simples se olharmos de outro ângulo. O ponto de vista que a autora nos proporcionou foi o mais simples e nostálgico possível.


   A protagonista é portadora da Insensibilidade congênita à dor com anidrose (CIPA) {ooooooque é isso ? olhem este link --> O que é CIPA ?, ele esclarecerá um pouco... Deixando mais claro, Ethel não pode sentir dor.}, segundo pesquisas ela só poderá viver até no máximo 20 anos e por isso se prepara incansavelmente para morte.
  Ethel tem uma rotina cansável, para se manter bem tem de ir ao hospital duas vezes por semana, se olha ao espelho algumas vezes por dia para ter certeza de que não tem nenhum ferimento em sua pele, ter que ir ao banheiro quando o relógio despertar entre outras coisas, nessas visitas conheceu duas pessoas em especial, Gertrud e Vitor.
   Gertrud é uma senhora de 81 anos e que usa celular (rs'rs), ela frequentava o hospital pois passava pelo procedimento de hemodiálise sendo que foi lá que conheceu a protagonista. Para Ethel Gertrud era como uma avó, uma figura mais próxima disso já que nossa protagonista nunca teve muito contato com seus avós tanto paterno quanto materno, além de ter sido adotada tinha essa ausência já Vitor foi um garoto que por devaneios do destino encontrou a portadora de CIPA {ela não gostaria desse rótulo} em um momento de melancolia, momento de perda, momento de dar tchau a um amigo, Max um grande amigo apesar de sua pequenez em ser criança.
 



"[...] Max havia escrito algo. Afastei a cortina e vi pequenas letras tortas, em vermelho.
"
Max esteve aqui", diziam.
Eu estava junto com ele naquele dia e, quando vi que ele iria escrever, repreendi-o. Então ele disse:
-Mas, Ethel, se eu não deixar uma marca, como vão saber que eu estive aqui?
"

.
   Este encontro foi mais que inesquecível afinal será em torno de Vitor que sofre de leucemia e de Ethel a menina que não sentia dor que esta historia terá um real significado.
   Catarina é uma "ex-amiga" que reaparecerá em sua vida e mostrará o sabor de ter realmente uma verdadeira amiga.

 "[...] Acho que amizade verdadeira mesmo é quando conseguimos ficar junto de uma pessoa em silêncio sem sentir qualquer constrangimento. É aquela em que um olhar representa e confidencia tudo."

  Queria falar sobre outros personagens, como os pais de Vitor e os de Ethel, porém deixo para que descubram ao abrir esse magnifico livro.
  Fiquei maravilhado com tudo, sim, exatamente tudo. Simone soube englobar diversos assuntos em uma unica só obra, fez uma junção de tudo e simplesmente {caaaabum rs'rs} fez uma obra admirável, essa junção retrata a vida de uma garota que parece não ser normal por não sentir dor mas que passa por tudo que passamos, bullying,sentimentos, desejos, sonhos,morte, realizações,dúvidas etc. Será que ela é tão diferente assim ?
  Este livro lhe fará pensar e repensar em tudo que vive ou viveu e o melhor ele é dedicado a "[...]você. Isto mesmo, você, que agora lê estas palavras."





Onde comprar: Livraria Saraiva


Espero que tenham gostado da resenha, por hoje é só, deixe sua opinião nos comentários ;)




 








Comentários
0 Comentários